Empresa | Produtos | Suporte | Treinamentos | Incentivo | Guia de Soluções
Institucional
Endereço no Brasil
Endereços worldwide
Fale conosco
Histórias de sucesso
Canais de comunicação
Central de curriculo
Desenvolvimento DOS, Linux e UNIX
Desenvolvimento Windows e Web
Solução de Business Intelligence
Gerenciador de Conteúdo Web (CMS)
Gerador de relatórios
Bancos de Dados
Conectividade
Arquitetura de 3 Camadas
Pacote de Serviços Exclusivos
Abertura de chamado técnico
Knowledge Base Brasil
Knowledge Base (inglês)
Developer Library (português)
White papers (inglês)
Bug Tracker (inglês)
Downloads (português)
Downloads (inglês)
Revista 4developers (português)
Conheça o TECDAW
Cursos disponíveis
Calendário de cursos
Programa de Apoio ao Desenvolvedor
Programa de Incentivo à Cultura DataFlex
Programa Acadêmico
Programa de Legalização de Software
Apresentação
Pesquisar Empresas
Pesquisar Soluções
Parceiros PAD
Empresa
 
 
 
{Item menuleft}
   

Cases
Histórias de Sucesso
NIGRO Alumínio
 

Diminuição do tempo entre a venda e a entrada do pedido na linha de produção: um dos motivos que incentivou a NIGRO ALUMÍNIO na sua escola pelo Visual DataFlex

A NIGRO nasceu em 1943, fundada por Arcângelo Nigro, filho de imigrantes italianos que vieram para o Brasil em 1901. Com a ajuda de seus quatro filhos, instalou na cidade de Araraquara, interior de São Paulo, uma pequena oficina, iniciando a produção de artefatos de alumínio e cobre.

Em 1944, surge o slogan Qualidade em Alumínio; sua origem vem da escassez de ferro na época, fazendo com que a NIGRO fabricasse panelas mais espessas e com maior durabilidade.

Em 1956, tendo como sócios Francisco, Pedro, Hugo e Beatriz, a empresa passa a chamar-se Arcângelo Nigro e Filhos Ltda.

Os grandes investimentos começaram a surgir, a produção se expandiu junto com as primeiras exportações, a NIGRO ganhou reconhecimento internacional e fortaleceu sua estrutura, consolidando-se no mercado.

O espaço já não comportava mais a grande demanda, então em 1974 a NIGRO instalou sua sede definitiva em uma área com mais de 20 mil metros quadrados, investindo em tecnologia de ponta, certificações nacionais e internacionais e inovações em produtos e processos. Os grandes investimentos, porém, não fizeram a NIGRO perder o carinho artesanal, desenvolvido por seu fundador.

Em 1988, a empresa passa a ser administrada por acionistas, tornando-se Nigro Alumínio Ltda.

Em 2006, a NIGRO contava com 208 colaboradores diretos e indiretos, profissionais qualificados que integrados com a empresa, estão em constante aperfeiçoamento.

O trabalho em equipe faz com que a NIGRO consiga atender todo o Brasil e os principais países da América, Europa e Japão.

A NIGRO possui em sua área administrativa os departamentos comercial/exportação - pulmão da empresa, marketing, logística, financeiro, contabilidade, cobrança e crédito, informática, custo, engenharia e compras.

A produção da NIGRO é dividida em células, com monitoramento diário através de computadores ligados às mesmas, onde o objetivo é a retenção de erros e falhas.

Sua matéria-prima chega em placas de alumínio puro e com liga especial. Em seguida são laminadas e cortadas em disco. Após este procedimento os discos serão estampados com a logo da NIGRO e, no caso da panela de pressão, também será estampado o DNA. Em seguida, serão refilados, receberão um lixamento interno e irão para a politriz; por fim serão rebitados, colocados os cabos, passando pelos testes de qualidade. Após receberem a certificação, serão embalados e colocados no mercado.

A NIGRO faz a sua distribuição através de transportadoras devidamente certificadas, conforme os testes de segurança exigidos pela empresa.

Leia a seguir a entrevista realizada com o Gerente de TI da NIGRO Alumínio, Sérgio Ricardo Zim:

Revista 4Developers - Qual o número aproximado de clientes e parceiros da NIGRO?

Sérgio Ricardo Zim - São 208 colaboradores, 80 representantes e cerca de 5000 clientes ativos.

r4d - Qual o número aproximado de produtos vendidos mensalmente?

SRZ - Uma média de 800 mil peças por mês.

r4d - A NIGRO utilizava outra linguagem de programação antes do DataFlex? Se sim, qual?

SRZ - O DataFlex foi implantado na NIGRO em 1989, antes dele o BASIC (LABO) era utilizado.

r4d - Dê-nos uma visão geral da solução DataFlex na empresa NIGRO.

SRZ - Originalmente todos os nossos aplicativos foram desenvolvidos em DataFlex; há dois anos estamos desenvolvendo aplicações web para o departamento de vendas. As entradas de pedidos e dados estatísticos estão disponíveis para os representantes e clientes com acesso via web ou smartphone. Nosso próximo passo será a conversão das aplicações para Visual DataFlex.

r4d - Por que a escolha do VDF para web? E quais os benefícios da implantação desta linguagem?

SRZ - O Visual DataFlex permite o acesso direto às minhas tabelas, sem necessitar de conversões. Destaco dentre os benefícios:

  • o acesso aos dados e envio de pedidos para a fábrica por parte dos nossos clientes, representantes e promotores;
  • diminuição do tempo entre a venda e a entrada do pedido na linha de produção;
  • acesso on-line das informações pelos clientes, representantes e promotores.
  • relatórios de visitas diários, fornecendo a situação do mercado, analisando a região, o estado ou total;
  • todas a regras de negócios estão na web, ou seja, prazos, descontos e quantidades fora da regra são rejeitados na web, sinalizando ao representante a ação a ser tomada. Assim, os pedidos que chegam não contêm erros.
  • os representantes visualizam diariamente seu extrato de comissões, evitando uso de telefone e funcionários da empresa para consulta.

r4d - Quantas pessoas fazem parte de sua equipe de desenvolvimento? Qual é o banco de dados utilizado e a estrutura de hardware?

SRZ - São quatro pessoas no desenvolvimento; o banco de dados é o DataFlex e, quanto à estrutura de hardware, são:

  • 2 servidores RISC (UNIX);
  • 1 servidor web Windows 2000;
  • 1 Linux - servidor de email / firewall;
  • 70 desktops;
  • 60 smartphones - acesso à web

r4d - Qual é a quantidade aproximada de fontes e arquivos de dados em seus sistemas?

SRZ - São aproximadamente 4000 fontes e 700 arquivos de dados.

r4d - A NIGRO possui filial ou representantes? Como é feita a comunicação entre as empresas?

SRZ - Não temos filial. A comunicação com os cerca de 80 representantes/promotores é feita basicamente através da web.

r4d - Gostaria de falar sobre algum recurso da linguagem que considere especial?

SRZ - Embora seja um ambiente web, é possível criar aplicações muito próximas às que criamos para desktop. Um exemplo disso é a possibilidade de trabalhar com uma biblioteca de funções, bastando apenas publicá-las.

r4d - Como desenvolvedor profissional, qual o ponto interessante do projeto que você deseja compartilhar com os leitores da revista 4developers?

SRZ - Nós demoramos seis meses para colocar o projeto de entrada de pedidos pela web em operação.

No início, quando começamos a desenvolver a entrada de pedido com equipamento mobile, o objetivo era utilizar este projeto em equipamento PDA. O ambiente de desenvolvimento, embora gratuito, era todo em C. Uma aprendizagem inicial seria necessária antes de começarmos a escrever a aplicação. Como seria um sistema off-line, isto é, digita o pedido e depois conecta a um ftp e transfere, seria necessária a criação de um servidor de comunicação para administrar esta conexão, controlando o que era enviado pelo PDA e depois o que seria devolvido para o mesmo.

Demoramos três meses para criar apenas a rotina que enviava dados ao aplicativo do Palm, que na época era um modelo básico. A aplicação total seria mais complexa.

Foi então que a Claro ofereceu um pacote de navegação, com uma tarifação única e sem limite de tráfego. Isso era inexistente no início do projeto com equipamentos PDA.

Com a possibilidade de utilizar a própria web, sem a necessidade de criar aplicações locais e sem a necessidade da criação de um servidor de aplicação para controlar as conexões, porque não possuímos isso na web, tivemos apenas o trabalho de nos limitarmos ao uso de javascript, e desenharmos novas páginas para adaptar ao formato da tela do Smartphone.

O primeiro modelo para o Smartphone demorou apenas um mês para entrar em operação.

Aproveitamos todo nosso conhecimento em desenvolvimento com Visual DataFlex para web para criarmos a aplicação.

Não é necessário instalar nenhum aplicativo no Smartphone, porque até o navegador já vem instalado no mesmo.

r4d - Poderia passar alguma dica à comunidade DataFlex?

SRZ - Primeiro avalie a possibilidade de se criar uma aplicação bem resumida, evitando duplicar rotinas comuns à aplicação. Isso facilita o desenvolvimento, porque muitas vezes você acaba tendo que utilizar rotinas comuns em muitas páginas diferentes. Este procedimento reduz muito o tempo de desenvolvimento. Nós acabamos não fazendo isso no começo de nosso projeto, mas será resolvido na próxima versão.

r4d - A NIGRO participou da feira GIFT FAIR em março passado. Como a solução web foi utilizada neste evento?

SRZ - A solução foi usada para inserir pedidos nacionais e exportação fechados na feira, simulações e levantamentos de vendas de clientes, últimos descontos, prazos, liquidez, etc.

r4d - Como foi a implantação e treinamento da aplicação Smartphone para o departamento comercial?

SRZ - Nossos sistemas já estavam disponíveis há mais de dois anos e a aplicação Smartphone acessa o mesmo sistema, então não houve grandes mudanças. Mesmo assim, reunimos os representantes de todo o Brasil e fizemos um workshop para demonstração e, durante a Gift Fair, nos reunimos individualmente com cada um para um treinamento no uso da aplicação neste equipamento.

r4d - Que ferramenta é utilizada para gerar os relatórios gerenciais?

SRZ - Hoje usamos o próprio VDF para gerar relatórios para web.

r4d - Quais os projetos de TI que a NIGRO tem para o futuro?

SRZ - Nossos planos para médio e longo prazo são:

  • investimentos em servidores e rede;
  • migração dos sistemas em ambiente character para o ambiente gráfico;
  • implantação de ferramentas de impressão/gráficos para web;
  • integrar fornecedores/terceiros na web (disponibilizar pedidos e ordens de produção e acompanhamento);
  • integrar transportadoras na web (ferramenta de rastreamento da mercadoria para o cliente);
  • integrar o planejamento de produção x pedidos na web (agendamento da data disponível para faturamento/entrega do pedido - on-line);
  • relatórios gerenciais: administração/produção/vendas para diretoria/gerência.
  • Para saber mais...

  • NIGRO Alumínio:
    www.nigro.com.br
voltar ao menu de cases
 
 
 
topo
 
 
Data Access Latin America - Tels (55 11) 3262-2000, 3285-5921 | Fax (55 11) 3284-1579
 
©Copyright 2013, Data Access Latin America - Todos os direitos reservados.
webmaster@DataAccess.com.br